quinta-feira, 2 de julho de 2009

Um "imortal" que não ganha mais nada


Eu poderia iniciar falando do meu time, o Colorado das Glórias, campeão de tudo, que ontem perdeu a final para o Corinthians, consagrando o time paulista com o título de Campeão da Copa do Brasil. O Time da azenha, durante a quinta, falou que morremos na praia, seus torcedores geralmente alucinados, deslocados da realidade, se portaram hoje como se estivessem na final da Libertadores. Mas estamos no intervalo do jogo e o Cruzeiro de Minas ganha de 2 x 0. Infelizmente a imortalidade gremista se mostra pelo terceiro ano consecutivo um tanto débil, pois não ganham campeonatos, muito menos os disputam há cerca de 3 anos.
Nos Grenais deste ano o tricolino não se propôs a jorgar futebol, perdeu todos. Trombadas são a especilidade do Tcheco, blá,blá,blá a especialidade do Souza, Rugby a especialidade do Adilson e preconceito racial a provável especialidade do "La Barbie" Max Lopes.
O Internacional tem dois Argentinos jogando, brigando, sendo expulsos há mais de dois anos. Disputas internacionais, campeonato gaúcho, brasileirão e nunca foram acusados de manifestar em campo qualquer tratamento preconceituoso contra negros. Será mesmo que o jogador do Cruzeiro ofendido mentiu?

O Futebol está em decadência, e o apoio dado pela imprensa nesse processo é determinante. Tratam os jogadores como estrelas, ícones de qualidade. Muitos, quase todos são violentos, agridem seus colegas, burlam regras éticas, mentem, inventam, simulam, trombam. Isso definitivamente não é futebol.

Que os jogadores do Colorado vençam ou sejam derrotados nas suas jornadas. Mas peço que não conquistem vitórias com mentiras, simulações de lesões, com violência contra seus colegas de trabalho, muito menos com atitudes racistas. O esporte é motivo de enobrecimento e o que vemos hoje desses com carrões, milhonários é tudo o que se poderia dizer do empobrecimento da condição humana, essa sim uma derrota vergonhosa e verdadeira.

23h19min. Está 2 a 1 para o Cruzeiro. o Adilson do Tricolérico foi expulso por falta violenta. Saiu aplaudido pela torcida e batendo orgulhoso no peito. Acho que o que escrevi acima não era somente uma opinião.

4 comentários:

  1. bom professor pelo menos perdemos com dignidade, dando a vida até o ultimo minutoi de jogo, como não aconteceu no beira rio que o colorado se entregou logo no começo do jogo.
    sem falar da torcida, que diferença uma da outra não acha?
    o gremio tomou dois gols e as torcida gritava cada vez mais alto sem um minuto sequer vaiando o time ao contrario da torcida colorada que logo no inicio começou a vaiar a o time.
    grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Leiam e ajudem a banir o racismo do Grêmio e do RS. Torcedor Gremista, tua paixão não pode te deixar cego diante disso, ou será que você concorda com os que imitaram macacos quando um jogador negro do Crizeiro entrou em campo?
    http://migre.me/3d8M

    ResponderExcluir
  3. Perdemos e foi uma derrota justa, pois o Cruzeiro soube aproveitar as chances de gol que obteve. Parabéns a torcida que mais uma vez deu um show de incentivo e amor incondicional ao Tricolor.

    ResponderExcluir
  4. Perdemos a classificação, melhor dizendo...

    ResponderExcluir

Live Vídeo

AVISOS e DICAS

====================================================
Envie matérias para o Blog do Gerson Rocha: blog.gersonrocha@gmail.com
Questões Jurídicas: adv.gersonrocha@gmail.com
====================================================
VEJAM NOVOS ARQUIVOS PARA DOWNLOAD:

ASSISTAM AS MINI AULAS:
1. Ato Inseguro - Prof. Gerson Rocha
2. Mapa de Riscos - Prof. Gerson Rocha


=====================================================
POSTAGENS
=====================================================