Live Vídeo

AVISOS e DICAS

====================================================
Envie matérias para o Blog do Gerson Rocha: blog.gersonrocha@gmail.com
Questões Jurídicas: adv.gersonrocha@gmail.com
====================================================
VEJAM NOVOS ARQUIVOS PARA DOWNLOAD:

ASSISTAM AS MINI AULAS:
1. Ato Inseguro - Prof. Gerson Rocha
2. Mapa de Riscos - Prof. Gerson Rocha


=====================================================
POSTAGENS
=====================================================

sexta-feira, 26 de março de 2010

Prêmio ao Bom Bandido - Que sirvam nossos criminosos, de modelo à toda terra!

Há algum tempo venho pensando na criação de um prêmio inovador, a exemplo de tantos que existem para aqueles homens e mulheres que praticam boas ações nas suas áreas de atividades. São vários deles, mas em decorrência da violência a que estamos submetidos, sem sentirmos qualquer ação concreta e eficiente de parte do Estado. As polícias, que mais se preocupam em reprimir movimentos sociais legítimos e são polícias de governo não mostram mais condições de promover segurança pública como polícias públicas de Estado.

Temos a convivência com vários tipos de violência, como a da imprensa omitindo fatos ou selecionando os que lhe interessa divulgar, a corrupção política de todas as cores, como os recentes casos DETRAN RS com desvio de 40 milhões nas barbas da Gov. Yeda PSDB e a corrupção em Brasília do DEM e outras tantas dessa ordem.Essas violências se tornam ainda mais absurdas quando se discute, após pessoas de seu círculo desviarem 40 milhões do DETRAN RS, se os professores estaduais receberão, em 2 parcelas, um aumento de 70 ou 75 reais no seu salário.

Temos, portanto, uma série de exemplos de violência, mas a que me refiro especialmente é a violência urbana, roubos, furtos, seqüestros, estupros, roubo a banco, agressões das mais diversas em estádios de futebol, festas, parques. Daí surgiu a idéia do Prêmio!

É um Prêmio para o Bom Bandido! Isso mesmo, homenagear aquele bandido que não mata, apenas rouba, seqüestra, bate mas não machuca, estupra mais não mata.

Estamos diante de tamanho abandono das autoridades, que hoje ao ouvir a noticia de um seqüestro fiquei entusiasmado.

Nesta madrugada, após rascunhar este post, tive a “graça”de saber que minha enteada era vítima de seqüestro relâmpago, mas os bandidos não tocaram nem nela, nem em seu amigo. Apenas levaram o carro e os deixaram num bairro muito pobre e violento na cidade de Alvorada.

No primeiro exemplo que me chamou a atenção Pai e filho foram seqüestrados numa cidade do interior, mas os seqüestradores soltaram o Pai para que o mesmo pegasse o dinheiro do resgate do filho. O Pai pagou e os seqüestradores soltaram o filho. Que sorte!

São estes bandidos homens de palavra, transparentes, pois não fizeram que nem o Arruda do DEM que pegou dinheiro escondido e mentiu que comprou panetones, nem a imprensa que esqueceu de cobrar para a sociedade os 40 milhões desviados do DETRAN de Yeda.

O que mais me chamou a atenção é que não mataram o seqüestrado, o libertaram. Não tocaram na minha enteada, apenas violentaram sua expectativa de ser livre e não sofrer nenhuma violência. Mas seu corpo não fora tocado e está viva.

Esse é um exemplo a ser seguido. Reduziremos assim os homicídios, latrocínios, seqüestros seguidos de morte.

O Prêmio destina-se àqueles facínoras que não matam suas vítimas, isto é, não nos matarão. Apenas nos seqüestrarão, subtrairão nossos pertences e não matarão os estuprados, como disse uma vez o Maluf “estupra mas não mata”.

A intenção com o Prêmio é incentivar a bandidagem a não nos matar, mas apenas nos roubar, espancar, mas nunca matar. Poderia haver uma campanha de não reação por parte das vítimas, assim o meliante poderá atuar com segurança de que conseguirá o seu intento.

Poderíamos instituir um sinal, assim como o da mãozinha para atravessar na faixa (que sempre foi preferência do pedestre), ou mesmo um boton com os dizeres: Pode meu roubar Cidadão Bandido, pois eu não reajo. Ou algo do tipo: Senhor Bandido, o dinheiro está no meu bolso esquerdo, no da direita tem o da passagem, fique à vontade! Ou algo do tipo: Se você quer seqüestrar e não matar, fale comigo, prefiro você a um assassino.

Não podemos mais esperar que policiais militares cuidem a circulação de armas na cidade, que façam barreiras que não sejam apenas de treinamento, que deixem de cuidar os protestos sociais na frente do Palácio Piratini ( que nunca antes na história deste País foi atacado, mesmo nos momentos de protestos mais fervorosos) e passem a abordar com periodicidade carros, motos para ver se seus condutores são cidadãos ou bandidos armados.

Está lançada a idéia. Se você acha interessante esse prêmio, comente este post. Sugira um nome para o prêmio, como por exemplo, Prêmio Destaque ao Bom Bandido, Aquele que nos violenta de todas as formas, mas não mata!

Quem sabe ajudaremos a liberar ainda mais a nossa Brigada Militar para que possa agir contra os professores grevistas, os protestos dos sem teto, as reivindicações políticas e de trabalhadores por melhores salários e condições de vida. Quem sabe a Brigada Militar poderá cuidar mais dos estádios de futebol onde, depois de passarmos por revista, poderemos lá dentro assistir ao espetáculo sentindo cheiro de maconha.

QUE SIRVAM NOSSOS CRIMINOSOS, como aqueles que seqüestraram o Pai e o filho e a moça com o seu amigo, sem matá-los ou sequer maltratá-los DE MODELO A TODA TERRA!

2 comentários:

BRAVA CONSULTORIA E TREINAMENTO disse...

Ola meu caro Gerson! Visito teu Blog mais uma vez e me surpreendo com o bom conteudo, principalmente com as criticas tecidas por voce em relaçao a imprensa. Realmente temos que tomar cuidado com esses conteudos que muitas vezes somos instados a engolir. Abraço - Jairo Brasil.

juninho disse...

OLA PROFESSOR GERSON!
ADOREI O TEMA DO PREMIO AOS NOSSOS CRIMINOSOS,A LEI DEVERIA CRIAR UM MURAL COM O MELHOR CRIMINOSO DO MÊS.
ABRAÇO

Postar um comentário

 
© Copyright by Blog do Gerson   |  Template by Blogspot tutorial