Live Vídeo

AVISOS e DICAS

====================================================
Envie matérias para o Blog do Gerson Rocha: blog.gersonrocha@gmail.com
Questões Jurídicas: adv.gersonrocha@gmail.com
====================================================
VEJAM NOVOS ARQUIVOS PARA DOWNLOAD:

ASSISTAM AS MINI AULAS:
1. Ato Inseguro - Prof. Gerson Rocha
2. Mapa de Riscos - Prof. Gerson Rocha


=====================================================
POSTAGENS
=====================================================

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Serra faz campanha usando Dilma com o número 45. Para votar certo, vote 13 - DILMA PRESIDENTE!

quinta-feira, 28 de outubro de 2010


No Ministério da Saúde, Serra escondeu aumento da mortalidade infantil no Nordeste

O Médico sanitarista Helvécio Bueno, servidor de 1985 a 1989 no ministério da Saúde, narrou sua experiência com o então Ministro José Serra:

"... quando, após 1 ano de sua posse, o ministro Serra solicitou uma avaliação da situação de saúde do país e, quando apresentei, entre outros dados, o aumento da mortalidade infantil na região nordeste ele simplesmente disse: “esta informação não pode sair deste ministério”. Foi quando, em setembro de 1999, pedi demissão do cargo que ocupava no MS."

O testemunho completo está no Conversa Afiada.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010


José Serra manda espalhar propaganda de Dilma, com o número do Serra

Veja abaixo o adesivo que circula  em carros em Campinas. É a propaganda de Dilma, com o número do Serra.

Induzir o eleitor a erro é crime previsto em lei. E não é só isso. No Twitter e no Facebook, os cabos eleitorais do Serra estão espalhando que Dilma é 45. M E N T I R A. Não caia no golpe que o candidato José Serra está tentando aplicar nos cidadãos .. DILMA É 13

quinta-feira, 28 de outubro de 2010


Privataria do Serra: China tem telefonia estatal, expandiu mais do que o Brasil e tarifa de celular lá é R$ 0,06 / minuto

Toda vez que os demo-tucanos são criticados por terem vendido o patrimônio público brasileiro a preço de banana nas privatizações, citam o caso de telefonia como se fosse um caso de sucesso.

Não foi.

E vamos provar o que poderia ter acontecido se tivéssemos um governo responsável e comprometido com os interesses do povo brasileiro naquela época.

Comparativo China X Brasil

As grandes operadores de telefonia na China são de controle estatal (China Mobile e China Unicom).

A telefonia celular na China, com empresas de controle estatal, tiveram um crescimento vertiginoso, maior do que as empresas privadas brasileiras.
Todos os dados dos gráficos foram obtidos do http://www.itu.int/ITU-D/icteye/Indicators/Indicators.aspx# 

Mas a grande vantagem chinesa são as tarifas. Custo médio:

China: R$ 0,06 por minuto
Brasil: R$ 0,45 por minuto

Com o agravante de que, no Brasil, os mais ricos que tem planos de assinatura caros pagam menos por minuto, enquanto os mais pobres, do pré-pago, chegam a pagar mais de R$ 1,50 por minuto.

Detalhe: o governo Lula ficou de mãos atadas para intervir nas tarifas. Os primeiros contratos de concessão de celulares para empresas privadas tem prazo de 15 anos, e foram feitos em 1997 (antes da privatização do sistema Telebras). Por isso só vencem em 2012. Pelo menos até lá, as fórmulas de reajuste definidas nos contratos de concessão, assinadas no governo de FHC e Serra, dão direito às operadoras de imporem estas tarifas que estão aí, e não há como o governo intervir, porque as empresas ganham na justiça.

Na China, de 1997 a 2009, o número de celulares cresceu 57 vezes, cobrando tarifas muito menores. Aqui cresceu 35 vezes, cobrando a segunda tarifa mais cara do mundo.

Portanto não é o fato da empresa ser estatal ou privada que determinou a expansão da telefonia celular no Brasil e em todos os países do mundo.

O principal motivo para a expansão foi o barateamento da tecnologia, dos aparelhos e equipamentos, que tornou a telefonia mais acessível em todos os países do mundo. Outro motivo foi a população que saiu da linha de pobreza e entrou para a sociedade de consumo.

Modelo tucano da privataria atrasou avanços

Por que os domicílios ainda precisam ter um telefone fixo, se quase todo mundo já tem celular?

Se a tarifa de telefonia fixa fosse idêntica à de celular, muita gente dispensaria uma linha fixa, sobretudo residencial.

Quem precisa telefonar muito, acaba sendo obrigado a ter também uma linha fixa, para fugir das tarifas exorbitantes dos celulares.

As operadoras brasileiras, tem concessões de celulares e de telefonia fixa ao mesmo tempo. A assinatura da linha fixa garante um faturamento certo para as operadoras, independente do uso. Por isso elas atuam em cartel para não baixar a tarifa do celular. Além de ganhar no uso do celular, ainda desestimula o usuário a cancelar a linha fixa.

O modelo tucano de privatização, independente de ideologia, foi nefasto para o consumidor, e bom só para os lucros das empresas.

Outra solução nefasta, foi permitir vincular acesso à internet com linha telefônica. As empresas fazem venda casada de banda-larga com telefonia fixa.

Em vários países do mundo, com o avanço da telefonia celular e banda larga, o número de telefones fixos vem decaindo, e tende à extinção.

Na China, onde a tarifa de celular por minuto é baixa,a telefonia fixa se expandiu até 2006, atingindo 368  milhões de linhas, e desde 2007 vem decaindo, com o cancelamento de 54 milhões de linhas até 2009 (mais do que todos os telefones fixos do Brasil inteiro).


No Brasil, o número de telefones fixos se mantém estável, praticamente sem expansão desde 2002. Não fosse a venda casada com banda-larga, e a elevada tarifa do celular, estaria decaindo, como ocorre na China.

A volta da Telebras no governo Lula

O governo Lula reativou a Telebras. A empresa nunca deveria ter sido privatizada num país com as características de desigualdades sociais e regionais como Brasil. A Telebras já não tinha o monopólio desde 1997. Operadoras de celulares privadas já atuavam, fazendo a concorrência. A Telebras serviria como reguladora, praticando tarifas de acordo com o custo, e não como fazem as empresas privadas. Elas praticam as tarifas máximas que o consumidor consumidor consegue absorver, independente do custo para operar o serviço.

Agora a Telebras volta a ter esse papel regulador na banda-larga. Ela vai obrigar a queda de preços da banda-larga onde já existe, e levará banda larga onde as empresa privadas não se interessam em levar, como cidades mais afastadas, e de baixo poder aquisitivo.

A venda do sistema Telebras foi uma roubalheira do dinheiro público do povo brasileiro.

Para privatizar, o governo de FHC e Serra, resolveu "sanear" as empresas. Investiu R$ 23 bilhões de 1995 até 1998, para modernizar o sistema, e vendeu por R$ 22 bilhões. Ou seja: vendeu com prejuízo, gastou mais do que arrecadou. Foi um negócio da China, para quem comprou.

Os tucanos dizem que, como vantagem, as empresas privadas investiram bilhões na expansão, nos anos seguintes. Mas o problema é que não trouxeram dinheiro de longo prazo para investirem. Investiram fundamentalmente com o fluxo de caixa, ou seja, com o dinheiro pago pelos brasileiros pelas próprias tarifas extorsivas. Isso a Telebras também teria feito (e já fazia em 1998, com o aumento das tarifas antes de ser privatizada), se continuasse estatal, e com tarifas menores, como fez a China.

Leia também:
FHC/Serra deu R$ 11,7 bilhões de presente à Daniel Dantas, espanhóis e companhia, para privatizar as Teles

quinta-feira, 28 de outubro de 2010


Ivete, Djavan, Chico, Suassuna, estão com Dilma

Dilma Brasil!! Feliz 2011. Vote 13. Vote Dilma. Veja aqui quem são os outros artistas que estão com Dilma

Bookmark and Share

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Copyright by Blog do Gerson   |  Template by Blogspot tutorial