Live Vídeo

AVISOS e DICAS

====================================================
Envie matérias para o Blog do Gerson Rocha: blog.gersonrocha@gmail.com
Questões Jurídicas: adv.gersonrocha@gmail.com
====================================================
VEJAM NOVOS ARQUIVOS PARA DOWNLOAD:

ASSISTAM AS MINI AULAS:
1. Ato Inseguro - Prof. Gerson Rocha
2. Mapa de Riscos - Prof. Gerson Rocha


=====================================================
POSTAGENS
=====================================================

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

O CASO RONALDINHO, O FANATISMO E A VIOLÊNCIA

Sou Colorado, só pra lembrar os que ainda não sabem. Não foi possível ficar sem acompanhar a chamada novela Ronaldinho Gaúcho  e sua volta para o Brasil, em especial para o Grêmio. Preliminarmente entendo que a vinda dele para o Grêmio seria bom para o Inter também, pois as atenções estariam por aqui com mais intensidade.

A novela ganhou repercussão por envolver o Ronaldinho, o Grêmio e muito dinheiro e como não poderia deixar de ser, a imprensa gaúcha se aproveitou para vender seu espaço comercial às custas de alguns pressupostos: A eterna pretensão do Grêmio em parecer ser maior do que é perto dos times de Rio e São Paulo, a paixão e o fanatismo dos torcedores gremistas e a tal de imortalidade e a possibilidade de Ronaldinho se redimir de sua fuga em 2001, quando já na época foi odiado pelo grêmio e vários dos seus dirigentes.
A imprensa local insuflou sim a história. Como sempre, plantou fatos inexistentes, como sempre o faz nessa época. Afinal, quantos craques já estiveram por ser contratados por esse ou aquele clube sem qualquer mínimo sinal de veracidade? Pois os torcedores apaixonados são consumidores dessas invenções e no caso de Ronaldinho, temos muitas invenções da imprensa.
Li agora a coluna de um jornalista da Rádio Gaúcha e ele diz que não inventou a contratação do Ronaldinho pelo Grêmio, que estava tudo certo, mas se estava como ele fora contratado pelo Flamengo? E a festa que o Grêmio preparava? De onde o Grêmio tirou tanta grana se não pagou nem o 13o. dos seus empregados neste final de ano?
Tudo isso foi feito para usar do amor dos torcedores por seu time a via para exploração comercial, venda de jornais e tudo mais que sustenta a imprensa tendenciosa que temos, também no futebol.
Não tenho pena dos gremistas, acho que eles merecem essa vergonha, fora dos gramados, muito pior que a do Inter contra o Mazembe, que eles tanto se aproveitaram. Isso faz parte do futebol. Não ouvi, no entanto, nenhum dirigente do Inter cassoando do Grêmio, como o fizeram o Presidente em Chefe Paulo Odone e outros presunçosos tricolores.
Os Gremistas não se deram conta ainda do que os levou duas vezes para a segunda divisão, sendo que da primeira vez subiram no canetaço e na segunda numa partida em que o Juiz foi determinante no resultado que vitimou o Náutico, mas que eles cultuam como um grande feito, a Batalha dos Aflitos. Falta-lhes também a vergonha.
O Grêmio e seus torcedores não são humildes. São pretensiosos. Vivem de glórias antigas (o que é natural e saúdável) mas caem numa fantasia de que são muito mais do que realmente são e podem ser. Estão por  baixo e se os vemos falando, parecem os melhores do mundo em qualquer situação.
Demonstram desavergonhadamente uma inveja do Inter. Vide a questão do estádio Beira-Rio sediar a Copa. Tramam por ainda receberem jogos da Copa numa Arena que nem será deles, mas como o Beira-Rio será um colosso, entregaram a alma para ter um estádio que na verdade será alugado para eles.
Isso os levou a ser enrolados novamente por Assis e Ronaldinho, que são profissionais do Mundo. O Ronaldinho não é um Zé Ninguém, é simplesmente duas vezes o melhor jogador do Mundo. Precisa de visibilidade, notoriedade, e isso nunca teria no Grêmio, talvez nem no Inter.
O que mais me preocupa em tudo isso, é ler Paulo Santana dizendo que será difícil Assis e Ronaldinho trasitarem em Porto Alegre depois disso. Ouvir um repórter da gaúcha numa entrevista perguntar ao Paulo Odone - o Popular Socialista de Direita, como a Família Assis Moreira ficaria em Porto Alegre depois do que aconteceu. E a mãe, irmãs, sobrinhos do Ronaldinho podem ser colocados em risco assim, via satélite, FM e diariamente? Em entrevista a David Coimbra Assis disse que tem segurança e torcia para que nenhum gremista fanático se machucasse tentando fazer algo contra eles. Tem cabimento isso? Tem cabimento jornalistas insuflarem a violência contra essa família e estes profissionais? O que se espera de torcedores fanáticos se o Paulo Santana e outros jornalistas aventam essa possibilidade de violência contra seres humanos como Ronaldinho e Assis e toda sua família?
Hoje, façamos justiça, no Programa da manhã, Macedo e Boaz falaram contra a violência iminente em torno deste caso. Fizeram bem, muito bem, pena que os que escutaram uma coisa, não são os mesmos que escutaram ou leram as outras e corre risco sim a familia de Ronaldinho Gaúcho.
Desejo que Ronaldinho retome seu melhor futebol, para alegrar o esporte e as torcidas que o assistirão.
Mas Ronaldinho foi o Mazembe do Grêmio, um time e clube que ainda aceita torcidas racistas. Só que a goleada que levou o tricolor foi fora de campo, sem jogar e merecida.
O Futebol nos serve para alegrar, as paixões devem ser levadas no futebol para crescer e não retomar a desejos primitivos e criminosos.
Boa sorte ao Ronaldinho Gaúcho, à sua família. Viva a alegria no futebol, abaixo à imprensa suja e inconsequente.




Bookmark and Share

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Copyright by Blog do Gerson   |  Template by Blogspot tutorial